FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES

Aprenda mais sobre a instrumentação analítica!

instrumentação analítica

A instrumentação analítica está presente na rotina de diversos setores industriais, como em laboratórios farmacêuticos, por exemplo. Saiba que o seu uso vai desde a produção de itens derivados de petróleo até a indústria alimentícia.

Sem dúvidas, independentemente do setor em que atua, fazer o controle de todos os processos que envolvem a fabricação dos produtos é essencial, pois essa ação garantirá a qualidade final do item.

Além desse fator, manter esse controle também é importante para outros aspectos, como garantir mais segurança, otimizar a manipulação dos equipamentos e muito mais.

Agora, você deve estar se perguntando como fazer para ter todo esse controle, certo? Pois bem, é a instrumentação analítica que irá te fornecer as informações necessárias para que fique ciente de todos os processos da sua fabricação.

Nesse sentido, a instrumentação reúne uma série de equipamentos e técnicas que irão te auxiliar na realização dos seus processos do dia a dia, ajudando a analisar e medir a composição física, química ou biológica de substâncias, trazendo mais eficiência e produtividade. E aí, deseja aprender mais sobre esse tema? Então, não perca tempo e continue com a leitura do conteúdo, pois falaremos mais adiante!

Tipos de instrumentação

Sabia que a instrumentação é dividida em em dois tipos? Veja mais sobre cada uma delas abaixo!

Instrumentação convencional 

Nesse tipo, não há a necessidade de uma calibração frequente e, além disso, normalmente, os aparelhos já vêm acoplados com transmissões. Alguns exemplos de equipamentos que fazem parte desse tipo são: medidores de pressão, temperatura e vazão.

Instrumentação analítica 

Já a instrumentação analítica, que estamos abordando durante o conteúdo, possui uma complexidade maior. Com isso, há a necessidade de um processo de calibração frequente para garantir a precisão nos resultados.

Outro ponto importante é que, aqui, a medição pode ser tanto qualitativa quanto quantitativa, ou seja, focada em determinar a composição de uma amostra ou apenas indicar a quantidade de cada componente.

Entre os diversos equipamentos que fazem parte da instrumentação analítica estão: espectrofotômetros e medidores de pH e condutividade.

Benefícios da instrumentação analítica 

Depois de conhecer mais sobre o conceito da instrumentação analítica, chegou o momento de aprender quais são os benefícios que ela proporciona. Veja abaixo!

  • Precisão: a instrumentação analítica permitirá que faça medições precisas, possibilitando detectar até mesmo substâncias em uma concentração muito baixa;
  • Identificação de componentes: poderá identificar a qualidade e quantidade de componentes individuais em suas amostras;
  • Maior qualidade: poderá verificar a quantidade de cada componente, permitindo a padronização e a qualidade final dos seus produtos;
  • Desenvolvimento de produtos: a instrumentação analítica também ajuda na área da pesquisa, permitindo a criação de novos produtos;
  • Maior controle: poderá controlar todos os seus processos em tempo real, permitindo que identifique e resolva todos os gargalos rapidamente. 

E aí, já sabia de todas essas vantagens da instrumentação analítica? Saiba que a nossa empresa, a dpUNION, já atua nesse mercado há mais de 30 anos, podendo, desta forma, contribuir com a sua organização nesse aspecto. Portanto, entre em contato conosco para saber mais!