FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES

Análise elementar de petróleo: saiba como funciona

O petróleo, desde sua primeira extração, é um recurso natural que é melhor aproveitado quando sua composição é mensurada de forma analítica e sua qualidade é atestada por diferentes ensaios. Considerando ainda todos os subprodutos obtidos a partir do petróleo, é essencial que os laboratórios e empresas busquem resultados da análise elementar.

Sendo um teste que avalia propriedades físico-químicas de qualquer material ou produto, a análise elementar de petróleo vai mensurar diferentes componentes tanto no óleo extraído como em algumas versões já processadas a partir do material.

Nos próximos tópicos, saiba como funciona este tipo de avaliação sobre o petróleo e suas principais aplicações.

Objetivos da análise elementar

Toda análise elementar, como já citamos, busca encontrar e mensurar componentes químicos em algum material. Além da indústria petroquímica, esse tipo de análise se faz presente também nos setores de alimentação, agricultura, geológico, farmacêutico, cosmético e afins. 

Esta técnica sempre vai determinar porcentagens de elementos orgânicos em uma amostra, seja ela líquida ou sólida, buscando, por exemplo, carbono, hidrogênio, nitrogênio e enxofre, além de outras variáveis com cada amostra. No petróleo, outro exemplo mensurado é o cloro, que não deve estar presente justamente para evitar a corrosão de equipamentos de refinarias.

Aliás, as refinarias são as principais interessadas e beneficiadas pela análise elementar do petróleo, mantendo seus padrões de qualidade e com possibilidade de aumentar o faturamento sobre o óleo cru e mais derivados atestando a qualidade das amostras.

De fato, a análise elementar tem muitas aplicações para a indústria petroquímica, e a tecnologia acompanhou a demanda cada vez maior e mais especializada. A seguir, entenda quais são os equipamentos utilizados para obter a análise elementar de petróleo e seus subprodutos.

Instrumentos e ferramentas

Embora existam laboratórios terceirizados e fornecedores que podem oferecer a análise elementar de amostras de petróleo, esse tipo de processo pode ficar muito custoso com a relação de tempo e necessidade. Avaliando o custo-benefício com mais atenção, e conhecendo quais são os equipamentos e profissionais necessários para tal finalidade, um laboratório para conduzir os testes já no local de extração ou beneficiamento sai mais em conta.

Nestes casos, as principais ferramentas de trabalho são os instrumentos analíticos e científicos. A tecnologia de XRF (X-Ray Fluorescence – fluorescência de Raio X) viabiliza a análise elementar de petróleo e já é uma técnica recorrente no mercado, presente nos aparelhos conhecidos por espectrômetro. Existem muitas variações em modelo e também fabricantes e fornecedores destes aparelhos. Quando existir o interesse em adquirir qualquer peça do tipo, é essencial contar com o apoio de especialistas tanto por parte da sua empresa ou laboratório como também com informações a partir do revendedor.

Além dos diferentes tipos de espectrômetros XRF, instrumentos da família de espectrômetro de massa com plasma (ICP-OES ou ICP-MS) também são utilizados para a análise da composição e qualidade do petróleo e seus subprodutos.

Exemplos de equipamentos para análise de petróleo

Da fabricante Analytik Jena, voltando o foco para os instrumentos de análise e refinaria do petróleo, podemos destacar o analisador Multi EA 5100, o ICP-MS PlasmaQuant® 9000 e o ICP-OES PlasmaQuant 9100.

Entre os exemplos de espectrofotômetro, destaca-se o EDXRF NEX CG da Rigaku, amplamente referenciado e utilizado pela indústria petroquímica mundial. A Analytik Jena, novamente, ainda oferece duas opções de espectrofotômetro de absorção atômica (AAS): o contrAA 800 e o novAA 800.

Enfim, a análise elementar é apenas um dos recursos necessários – senão obrigatórios – para o tratamento do petróleo. Existem outras análises e seus correspondentes processos e instrumentos, cada uma atestando algum padrão ou aspecto desejado do petróleo. Aproveite e aprofunde seus conhecimentos verificando as aplicações do viscosímetro na Indústria Petroquímica.