FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES

Monitoramento em tempo real do tamanho de partículas em concentrados de minério.

Monitoramento em tempo real do tamanho de partículas em concentrados de minério.

Monitoramento em tempo real do tamanho de partículas em concentrados de minério.

A extração de minerais brutos começa com a exploração de minérios ricos e depois disso são processados em trituradores e moinhos. Os pedaços de rocha, inicialmente pesando toneladas, são moídos até alguns décimos de milímetro. Este processo de moagem, que geralmente cobre seis ordens decimais de magnitude do tamanho de partícula, é realizado em várias etapas. Os moedores clássicos são usados para o processo de moagem grosseira. A moagem primária e secundária ocorre em moinhos autógenos (AG) ou semiautógenos (SAG) e em moinhos de bolas ou barras. Se a matéria prima for distribuída de maneira fina, ela é classificada em células de flotação de química úmida de acordo com o material reutilizável e estéril (mineral residual). O substrato obtido é denominado concentrado.  Para o sucesso dessas operações portanto é utilizado o  monitoramento em tempo real do tamanho de partículas em concentrados de minério.

Distribuições de tamanho de partículas em concentrados de minério típicas medidas na seção de descarga de um moinho SAG para pré britagem e na saída do moinho de bolas (concentrado).

 

A importância do tamanho de partícula no processo.

O tamanho da partícula é importante neste processo. Se as partículas forem muito grandes, os minerais indesejados não podem ser separados. O concentrado de minério obtido possui então uma baixa pureza. A moagem excessiva, por outro lado, resulta em altos custos de moagem e baixo rendimento, bem como em uma maior necessidade de produtos químicos na flotação. Além disso, as células de flotação são sensíveis à sobrecarga de sólidos. Outro parâmetro relevante do processo é, portanto, a concentração de sólidos das suspensões de minério alimentadas às células de flotação. 

O desenvolvimento dos tamanhos das partículas ao longo de alguns dias: Partículas finas < 45 mícrons ou < 75 mícrons são inversas à concentração de sólidos | Se a proporção de sólidos aumenta (sobrecarregando o moinho), as partículas finas retornam à polpa de minério e vice-versa.

O padrão do tamanho de grão ideal e da carga de sólidos na transição da última etapa de moagem para a célula de flotação exige o monitoramento da suspensão de minério em tempo real. Esta tarefa de análise exige muito da tecnologia usada. Portanto, é importante, por um lado, registrar quantidades de amostra relevantes e representativas dos enormes fluxos do produto principal. Por outro lado, as polpas minerais abrasivas fluindo em alta velocidade requerem sensores robustos e resistentes ao desgaste. 

Ferramentas para Análise em Mineração

Para análise do tamanho de partícula em mineração, existem instrumentos específicos, que possuem alta tecnologia, capazes de cumprir todas as exigências e necessidades que o processo exige.

O QICPIC é um equipamento ideal para análise dinâmica de imagens, forma e tamanho de partículas da Sympatec. O HELOS é outro equipamento incrível, capaz de analisar o tamanho de partículas, também da Sympatec.

Em busca de equipamentos para análise de partículas em mineração? Não deixe de consultar a esquipe de especialistas da dpUNION. Fale com um de nossos consultores e receba orientações técnicas e informações sobre cotação e importação.